Fibralvina, ou Cabelo de Anjo, como é conhecida popularmente, é um mistério ainda hoje sem explicação.

Muito comumente associado com avistamento de OVNIS as aparições destes cabelos de anjo serião substancias geradas por suas naves.

Outros dizem (e talvez seja a exlicação mais plausível) que estes cabelos de anjo na verdade sejam teias de aranhas de uma especie que as utilizam para se locomover atraves do ar. Teoria essa descartada pelo professor Giovanni Canneri que teve a oportunidade de analisar uma amostra do material antes mesmo que ela evaporasse, concluindo assim que se tratava de um material aritficial, o qual aranhas não produzem, reforçando assim a teoria de alieniginas.

 

Jé outro professor, Danilo Cozzi, do Instítuto de Química da Universidade de Florença, conseguiu anos atrás uma amostra do material e fez algumas analises, concluindo que os cabelos de anjo seriam de material fibroso altamente resistente a torção e tração e que apos submetido ao calor o material se tornaria escuro e evaporaria.

Três casos notáveis de queda de Cabelo de Anjo no Japão:

– Em 1477, no Japão, foi relatado que um material semelhante a algodão branco caiu seis horas depois que um objeto luminoso ter sobrevoado no céu;

– Em 1596, no Japão, um terramoto atingiu a região de Quioto durante a noite e estranhos cabelos brancos caíram sobre a região;

Outros casos de queda de Cabelos de Anjo pelo mundo:

– Em 1945, nos Estados Unidos, um homem estava caçando quando viu um ovni numa clareira na floresta. O misterioso objeto, em seguida, emitiu um som de zumbido, começou a girar e subiu verticalmente. Logo após ter desaparecido, descarregou uma chuva de material de fios prateados.

– Em 1998, em Quirindi na Austrália, uma senhora de 61 anos de idade disse ter visto teias de aranha caindo do céu. Ao olhar para cima, viu cerca de 20 esferas de prata, que continuaram flutuando no céu por mais de uma hora e meia. Quando ela tentou pegar a substância, desintegrou-se nas suas mãos.

– Em 2000, os moradores de duas cidades ao norte da Itália reportaram um grande barulho, seguido por uma chuva de longos filamentos brancos descendo do céu.

Cabelos de Anjo em Évora (Portugal)

Em 2 de Novembro de 1959, em Évora, dois objetos foram vistos sobrevoando a cidade. A observação foi seguida pela queda de filamentos brancos, os chamados Cabelos de Anjo, durante cerca de quatro horas. Uma amostra do Cabelo de Anjo foi recolhida e analisada por técnicos da Força Aérea e cientistas da Universidade de Lisboa, que concluíram tratar-se de um organismo unicelular ou algum tipo de produto vegetal.

 

 

A maior questão é: como apos anos e anos de supostos registros e alguns estudos (não tão aprofundados) ainda não se tem nada de concreto sobre o caso. Com tanta tecnologia e recursos não conseguimos ainda esclarecer este mistério.

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com